Reforma da Previdência – ACP leva delegação para vigília de protesto em Brasília

A delegação da ACP chegou a Brasília na tarde desta terça-feira (10), e participa da vigília contra a Reforma da Previdência na frente da Câmara dos Deputados, realizada por trabalhadores e trabalhadoras de diversas categorias, estudantes secundaristas e universitários, e movimentos sociais.

Os 35 delegados da ACP integram a caravana da educação de Mato Grosso do Sul, que ainda conta com mais uma delegação da Fetems. Nesse primeiro dia de vigília, os manifestantes foram impedidos de entrar na Câmara dos Deputados e os parlamentares iniciaram a votação blindados dos protestos do povo.

“Viemos para acompanhar a tramitação da PEC 06/19, numa tentativa de barrar a reforma da previdência, mas chegando aqui fomos impedidos de entrar na Casa que é do povo. A repressão é grande, mas vamos seguir na luta”, relata a vice-presidente da ACP, professora Zélia Aguiar.

Ignorando os protestos do povo, 379 deputados federais votaram a favor do texto da PEC e a reforma da previdência foi aprovada em primeira votação, na noite dessa terça-feira. A Proposta ainda precisa passar por uma votação em segundo turno no plenário da Câmara dos Deputados, e mais dois turnos no Senado.

A delegação da ACP segue em vigília até sexta-feira (12), acompanhando a votação na Câmara e pressionando os parlamentares para votarem contra a proposta que vai acabar com o direito à aposentadoria dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros, além de eliminar muitos outros direitos da Seguridade Social, que engloba a Assistência Social e a Saúde Pública.

ACP – Desde 1952, nossa luta não para!