Nota de apoio à Federação e repúdio à repressão do governo do Estado de MS

O Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública – ACP manifesta total apoio à FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso Sul), na luta em defesa do Piso 20h do magistério e na liderança do movimento grevista dos trabalhadores administrativos da Educação.

Há 40 anos, a FETEMS é a legítima representante dos trabalhadores da Educação Pública de Mato Grosso do Sul, sempre agindo com o respaldo da categoria e o respeito nas relações com instituições públicas, privadas e interlocutores dos Poderes Executivo e Legislativo de MS.

Nesse sentido, a ACP, sindicato afiliado à Federação, repudia veementemente o ato de repressão e violência com o qual os manifestantes e a direção da FETEMS foram tratados em frente à Governadoria, na tarde desta quinta-feira (23), resultando na agressão à jornalista da Federação, Andreia Cercariolli.

É extremamente preocupante e nefasto que o governo do Estado use de violência, repressão e intimidação no lugar do diálogo para tratar com os servidores públicos, diante do movimento grevista que reivindica direitos conquistados pelos trabalhadores, que estão sendo negados pelo Poder Executivo de MS.

Igualmente danoso para a preservação do Estado Democrático de Direito é a tentativa de desqualificação das lideranças sindicais, justamente quando a categoria exerce seu pleno direito à greve. O Plano de Cargos e Carreiras e uma política de valorização salarial são frutos de muita luta dos trabalhadores, ao longo dos 40 anos de história da Federação e as quase sete décadas do movimento sindical da Educação.

A ACP reitera que estará sempre ao lado dos trabalhadores e atuando em conjunto com a FETEMS na defesa dos servidores públicos da educação de Campo Grande e do Estado de Mato Grosso do Sul.

Desde 1952, nossa luta não para!