Diretores eleitos tomam posse nas escolas estaduais e ACP celebra gestão democrática

Em meio à nova realidade imposta pela crise do coronavírus e seu agravamento em decorrência de comportamentos antidemocráticos da mais alta autoridade do país, a ACP celebra a consolidação de uma conquista dos profissionais da Educação Pública: a Gestão Democrática nas escolas.

A partir desta quinta-feira (02), os novos diretores e diretoras, eleitos democraticamente em março deste ano, tomam posse nas escolas estaduais de Mato Grosso do Sul. A gestão democrática é direito fundamental, que estimula a cidadania e contribui para a qualidade da educação pública. “Dessa forma se promove a autonomia dos gestores e a participação dos segmentos que compõem a comunidade escolar nas decisões sobre a escola”, afirma o presidente da ACP, professor Lucílio Nobre.

Uma defesa inabalável da ACP, FETEMS E CNTE, a eleição de diretores fundamenta a prática da democracia e da cidadania na sociedade. Quando a comunidade escolar se mobiliza para escolher, pelo voto, as pessoas que serão responsáveis por conduzir a política educacional da escola, pais, mães, responsáveis, estudantes, professores, funcionários têm a oportunidade de refletir todas as condições que envolvem a educação pública e a sociedade brasileira.

“É nesse momento que temos a chance de fortalecer o sentimento de pertencimento nos membros da comunidade e discutir questões essenciais, como a urgência da aprovação do Novo Fundeb, tratando o impacto desse dinheiro sobre o cotidiano da escola. Como o gestor vai comprar merenda escolar? Como serão garantidos os projetos escolares, de pesquisa científica, esportes? A experiência da gestão democrática é essencial para a escola pública e a escola pública é o ambiente ideal para fomentar a democracia. Devemos defender e fortalecer essa conquista”, explica o professor Lucílio.

Na REME, a ACP defendeu, por mais de 20 anos, a implantação da Gestão Democrática. Essa conquista já rende benefícios à comunidade escolar, que vive o primeiro mandato com diretores/as eleitos/as na nas escolas. “O atual momento de crise, onde a direção escolar tem papel essencial para manter o andamento das atividades e garantir os direitos dos trabalhadores, ter gestores eleitos, com autonomia e o reconhecimento da comunidade mostra-se o quão fundamental é nossa luta em defesa da gestão democrática”, enfatiza a vice-presidente da ACP, professora Zélia Aguiar.

A ACP deseja um bom mandato para todos/as os/as gestores/as eleitos e parabeniza toda a comunidade escolar que participa das eleições e contribui nas demais instâncias democráticas como os conselhos, colegiados escolares e prêmios estudantis, desempenhando importante papel para a educação pública, valorizando a importante conquista da gestão democrática nas escolas.

ACP contra o Coronavírus

A situação de emergência que a pandemia do novo coronavírus impõe à sociedade precisa ser combatida com ações, políticas públicas e medidas cientificamente comprovadas. Diante da necessária medida de isolamento social a ACP reforça sua campanha “É hora de ficar em casa! Sejamos responsáveis!”

Diante dos decretos de suspensão das aulas e medidas de emergência no combate à disseminação da COVID-19, a diretoria da ACP está atuando por meio do teletrabalho e segue atenta à defesa dos direitos dos trabalhadores e da carreira do magistério. Na próxima segunda-feira (06), os diretores do sindicato voltam a se reunir para traçar novas estratégias de atuação, após a publicação do decreto do governo estadual e o anúncio do prefeito Marcos Trad sobre a prorrogação da suspensão das aulas nas Redes Estadual e Municipal de Ensino.

ACP – Desde 1952, nossa luta não para!