CUT-RS e sindicatos lançam gibi para desmascarar Reforma Administrativa

Em ato simbólico realizado na tarde desta quinta-feira (24), em Porto Alegre, a CUT-RS e sindicatos fizeram o lançamento estadual da revista em quadrinhos “As Desventuras da Família Silva” sobre “o pesadelo da reforma administrativa” do governo Bolsonaro.

Estiverem presentes o presidente da CUT-RS, Amarildo Cenci, a secretária-geral da CUT-RS e presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública Municipal de Gravataí (SPMG), Vitalina Gonçalves, o diretor da CUT-RS e do Sindicato dos Trabalhadores do Judiciário Federal (Sintrajufe-RS), Marcelo Carlini, a presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Esteio (Sisme), Graziela Oliveira Rosa, e o secretário de Comunicação da CUT-RS, Ademir Wiederkehr.

Amarildo destacou que o objetivo é desmascarar as maldades da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 32/2020, em tramitação na Câmara dos Deputados. “É chamada de reforma das reformas”, alertou diante do desmonte que provocará nos serviços públicos, se passar no Congresso.

Com tiragem inicial de 30 mil exemplares, o gibi possui oito páginas coloridas e conta a história de uma família. O pai, a mãe e os dois filhos enfrentam as dificuldades pós-reforma administrativa, caso a PEC 32 seja aprovada, como a falta de concursos públicos, a precarização dos serviços de saúde e educação, além do aumento da corrupção.

>> Clique aqui para acessar o PDF

“É um material diferente, criativo e de fácil leitura para mostrar às pessoas que não se trata de uma reforma, mas sim de uma destruição dos serviços públicos para entregá-los à iniciativa privada e permitir a contratação escancarada de apadrinhados políticos no lugar de servidores concursados”, ressaltou.

A ideia do gibi surgiu a partir de uma provocação feita por Amarildo numa reunião da Executiva da CUT-RS. A proposta foi abraçada pela diretora da Central e presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Caxias do Sul (Sindiserv), Silvana Piroli, e executada pelo cartunista Fredy Varela, junto com o departamento de comunicação da entidade e o acompanhamento da Central.

“Minha intenção com este material é estabelecer uma proximidade com os leitores, por meio de estudo dos traços, cores e uma boa história, e creio que consegui fazer esta conexão”, avalia Varela.

Reforma mira no servidor, mas ataca toda a sociedade

“A aceitação tem sido excelente por onde já entregamos o gibi”, afirmou Silvana, que lançou a revista na segunda-feira (21) em Caxias do Sul, onde foi produzida e impressa. “Estamos distribuindo o material em postos de saúde, escolas e paradas de ônibus, alertando as pessoas sobre o perigo que representa essa reforma, que mira no servidor, mas ataca toda a sociedade”, disse.

O gibi será distribuído pelos sindicatos e movimentos sociais para a população no Estado, bem como será veiculado nas redes sociais. Também está disponível para as entidades interessadas de todo o país, podendo ser acessado na seção Publicações do site da CUT-RS.

 

Fonte: CNTE.