Com o tema “Sororidade – Resistência e Luta”, ACP realiza atividade pelo Dia Internacional da Mulher

A ACP realizou, na tarde desta segunda-feira (09), a atividade em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Com o tema Sororidade – Resistência e Luta, a palestra de Eloisa Castro Berro, assistente social e 1ª coordenadora da Casa da Mulher Brasileira de Campo Grande, tratou sobre “o lugar do feminino: desafios das mulheres em tempos conservadores”.

A ex-secretária de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres do Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, Aparecida Gonçalves, também falou sobre sororidade como forma de cuidado entre as mulheres e combate a violência de gênero. Após as palestras, uma atividade orientada pelo palestrante, Guto Faria, buscou proporcionar um momento de autocuidado para as mulheres que participaram do evento.

Com resiliência, força e superação, a coletividade de mulheres trabalhadoras, feministas, educadoras preenche a história da humanidade de sentido e serve de guia para todas as lutas por direitos.

A origem operária e sindicalista do 8 de março – data que celebra o Dia Internacional da Mulher – demonstra a coragem e a resistência das mulheres trabalhadoras para enfrentar a opressão, de qualquer natureza.

Reforçando esse sentido coletivo da luta feminina, a ACP traz a sororidade como tema das ações deste mês de março. Porque contra a violência e opressão, a união e o foco na conquista do bem comum precisam ser fortalecidos.

ACP – Desde 1952, a luta das mulheres educadoras não para!