Carta aberta de apoio à greve dos professores da Rede Pública do Estado do Paraná

         A diretoria da ACP – Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública, de Campo Grande-MS, tomou conhecimento, através da imprensa nacional, que os professores desse Estado estão com suas atividades docentes paralisadas (em greve) desde o dia 02 de fevereiro de 2015, enfrentando, com ações sindicais, o atual governador de Estado do Paraná, Beto Richa, que insiste em subtrair da categoria direitos trabalhistas.
         Sem discutir o mérito, entendemos que a defesa dos direitos dos trabalhadores deve ser feita e é justa. Os educadores paranaenses, ao utilizar a Lei Federal nº 7783/89 (Lei de greve) estão lutando sindicalmente pelos seus direitos.
         Os professores da rede pública municipal de Campo Grande-MS estiveram em greve, no período de 03 a 25 de novembro de 2014, também defendendo a profissão do magistério.
         A ACP é um sindicato com pouco mais de 5 mil filiados que, como os professores do Paraná, fazem a luta sindical.
         A diretoria da ACP apoia a greve dos professores do Paraná.
         Quem educa deve ser respeitado.
 
Campo Grande-MS, 12 de fevereiro de 2015.