Buscar
Youtube Instagram

Notícias

17.07.2017 - 10:30

Prefeitura assina lei do reajuste do magistério 2017

A Lei nº 5.818, de 14 de julho de 2017, concede a correção salarial do Piso Nacional 2017 de 7,64%, escalonado, aos professores da REME
|
Compartilhe:

O prefeito Marquinhos Trad assinou, na manhã de sexta-feira (14), no Paço Municipal, a Lei nº 5.818, de 14 de julho de 2017, que concede a correção salarial do Piso Nacional 2017 de 7,64%, escalonado, aos professores da Rede Municipal de Ensino (Reme). A ACP participou da solenidade, representada pelo presidente, Lucílio Nobre. Também participaram a secretária municipal de Educação, Ilza Mateus, a secretária municipal de Gestão, Maria das Graças Macedo, o secretario municipal de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto e os diretores da ACP, Gilvano Bronzoni, Lilian Teles e Waldemar Gomes.

O aumento integra a política de valorização profissional do Piso 20h, garantido pela Lei Municipal nº 5.411/14. “A categoria entendeu a situação atual do município e aceitou escalonar o reajuste de 2017, principalmente, porque o prefeito se comprometeu em cumprir o Piso 20h, dentro de uma política de valorização do magistério, onde também inclui a eleição para diretores. O importante nesse momento é que o diálogo está aberto para avançarmos na valorização do profissional da educação”, afirmou Lucílio Nobre.

O prefeito Marquinhos Trad também ressaltou a importância do diálogo para o avanço da educação. “Por tudo que os últimos quatro anos representaram para a classe da educação, nós fizemos questão de marcar este ano com um gesto que simboliza que a ACP e a Prefeitura de Campo Grande estão pensando na recuperação do nosso IDEB”, declarou Marquinhos.

A correção de 7,64%, em 2017, não encerra a luta da ACP pelo Piso 20h, a negociação salarial deste ano também definiu uma comissão mista, formada por integrantes da prefeitura e da ACP (diretores e professores da base), que está continuando com as tratativas para avançar no cumprimento da Lei do Piso.

“Nós acreditamos que priorizando a valorização profissional e a educação, a prefeitura investe no crescimento da população. Nós temos convicção de que o esforço conjunto nos traga bons frutos, como o retorno do Ideb aos patamares anteriores, quando Campo Grande ocupava o primeiro lugar entre as capitais brasileiras”, conclui Nobre.

Tag3 - Desenvolvimento Digital